Bolsa de Valores

As Bolsas de Valores são entidades responsáveis por manter local físico ou sistema de negociação eletrônica adequado à realização de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários.

Essas entidades têm por objetivo manter a padronização e o bom funcionamento do mercado de capitais, preservando elevados padrões éticos de negociação e divulgando detalhadamente as operações executadas, com rapidez e transparência.

Desde março de 2008, no Brasil, a única Bolsa de Valores que negocia ações é a BM&FBovespa, uma empresa de capital aberto resultado da fusão da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F). Essa companhia é a terceira maior Bolsa de Valores do mundo em valor de mercado e registra mais de 80% do volume negociado de ações da América Latina.

As Bolsas de Valores existem no Brasil há mais de 100 anos e hoje em dia a maior parte das negociações com ações é feita pelo sistema Mega Bolsa. Pelos terminais eletrônicos desse sistema, as corretoras podem enviar suas ordens de compra ou venda diretamente de seus escritórios, de qualquer parte do território nacional ou mesmo do mundo. O sistema reproduz na tela o ambiente de negócios, exibindo os registros das ofertas de compra e venda das ações negociadas e propiciando o fechamento automático das operações.

Fonte: www.comoinvestir.com.br