Oportunidades

O mercado de ações oferece mais riscos do que o mercado de renda fixa. No entanto, também apresenta mais oportunidades de ganhos. Comprar a ação de uma empresa e esperar que ela cresça e mude seu patamar de lucros pode ser uma experiência bastante gratificante para o investidor. Mas para isso é preciso ter paciência e não se assustar com oscilações pontuais de mercado. Além disso, é preciso estar certo de que esse investimento atende a seus objetivos de longo prazo.

Quer um exemplo? Observe o que aconteceu com as estatais nos anos 90. Essas empresas vinham desde a década de 80 com uma enorme defasagem nos preços de seus produtos e serviços. Na década seguinte, elas corrigiram essas distorções de preços e seus lucros aumentaram.

Esse movimento de correção de preços fez o lucro da Petrobras, por exemplo, dar um salto na virada do milênio. As melhorias operacionais e a maior transparência das informações prestadas, aliadas a uma alta do preço do petróleo no mercado internacional, fizeram com que o lucro da empresa evoluísse de R$ 1 bilhão em 1998 para R$ 10 bilhões em 2001.

No início do século XXI, a alta do preço do aço gerou resultado bastante positivo para as empresas siderúrgicas em geral.

Portanto, vale a pena avaliar cuidadosamente a empresa da qual você deseja comprar ações. Observar os movimentos do setor ao qual pertence, a tendência de seus produtos, seu comportamento perante a concorrência, a evolução dos preços de seus produtos, entre outras coisas, é importante para você acompanhar as perspectivas de valorização ou desvalorização da empresa e consequentemente de suas ações.

O mais importante é entender que investir em ações significa investir pensando no futuro, ou seja, no longo prazo
.

Fonte: www.comoinvestir.com.br