Avalie as alternativas

Se você identificou seus objetivos, avaliou sua tolerância ao risco e determinou seu horizonte de tempo, já tem base para fazer sua escolha de investimento.

O próximo passo é selecionar fundos mais adequados ao seu objetivo e perfil de risco. Em seguida escolher aqueles cujo valor mínimo de aplicação seja condizente com o montante que tem para investir. Depois disso, resta ler atentamente o prospecto daqueles selecionados antes de fazer seu investimento inicial. O prospecto menciona, por exemplo, em que tipos de produtos (ações, debêntures, títulos públicos, moedas etc) o fundo pode investir, para você ter uma ideia do perfil de risco daquela carteira. 

Esse processo fará com que você entenda o que cada fundo de investimento tem a oferecer e se está adequado aos seus objetivos.

Importante: nunca concentre todas as suas economias em um único tipo de investimento. Mantenha seus recursos em fundos com diferentes objetivos, riscos e prazo. Isso é o que chamamos de diversificação de investimentos.

Fonte: www.comoinvestir.com.br