O que é uma cota

Uma cota é uma fração de um fundo. A soma de todas as cotas compradas pelos investidores resulta no valor do patrimônio de um fundo de investimento. O valor da cota é resultante da divisão do patrimônio líquido do fundo pelo número de cotas existentes.

Quando o investidor aplica seu dinheiro em um fundo, ele está adquirindo uma determinada quantidade de cotas, cujo valor é diariamente apurado. As instituições financeiras informam o valor das cotas dos fundos todos os dias nos principais jornais ou na internet.

Para calcular o quanto você obteve de rendimento, basta dividir o valor atual da cota pelo valor da cota do dia da aplicação. Para apurar o valor atual do investimento, multiplique a quantidade de cotas que você possui pelo seu valor no dia. Pareceu difícil? A apuração da cota é uma atividade realizada pelo administrador do fundo. O gestor passa as informações para o administrador, que divulga diariamente o valor da cota e quando rendeu o fundo naquele dia, no mês e no ano.

Então, o valor da cota se altera diariamente, mas sua quantidade é sempre a mesma, a menos que:

• Seja feito um resgate (sua quantidade de cotas diminui);
• Seja feita uma nova aplicação (um novo montante de cotas está sendo adquirido);
• Seja recolhido o Imposto de Renda ("come-cotas"). Neste caso, o valor devido de IR será abatido em quantidade de cotas.

Como é calculada a cota ?

O síndico do seu dinheiro no fundo, ou seja, o administrador, é responsável por todos os dias diulgar os valores das cotas. O gestor envia as informações sobre os investimentos que ele fez com os recursos, e o administrador informa não apenas o valor da cota, mas qual foi a rentabilidade (ou seja, quando rendeu o investimento).

Quer saber como é feita essa conta? É só multiplicar a quantidade de cotas que você possui de um fundo pelo valor atualizado que ela tem no mercado. Assim, você saberá o valor atual do seu investimento.

O administrador calcula diariamente o valor da cota de um fundo de investimento (e a variação que ela sofre no período) usando a seguinte fórmula:


O que são fundos de cotas?

Existem duas diferentes estruturas de fundos de investimento no mercado.

A primeira é a dos fundos que aplicam seu patrimônio diretamente em aplicações disponíveis no mercado financeiro (em ações, títulos públicos ou outros tipos de aplicações). Esse tipo de fundo é o FI (Fundo de Investimento).

Essa estrutura exige que o gestor adquira ou se desfaça de aplicações que ele fez a cada movimentação de aplicação e resgate dos cotistas. Imagine que o seu gestor resolveu em um dia colocar o dinheiro do fundo em uma ação que ele acha que vai subir. No outro dia, você pede para resgatar o seu dinheiro. O gestor precisa então vender um pouco das ações para poder devolver o dinheiro para você. Por causa disso, esse tipo de fundo, o FI, é dedicado a grandes investidores, como fundos de pensão, bancos e outros fundos de investimento.

Existe outra estrutura de fundo, que é a dos FICFIs (Fundos de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento) que compram cotas de um ou mais fundos.  Geralmente, é nesse tipo de fundo que a maioria dos investidores aplica seu dinheiro.

Diferentemente dos FIs, que negociam diretamente no mercado, comprando e vendo ações, títulos e outros tipos de aplicações, os FICFIs devem ter no mínimo 95% do seu patrimônio alocado em cotas de fundos de investimento. O restante do patrimônio dos FICFIs, ou seja, apenas 5%, pode ser investido diretamente no mercado em títulos privados ou públicos, de acordo com o que o gestor achar que vale a pena.

Os FICFIs oferecem ao gestor mais flexibilidade na hora de movimentar os recursos do fundo, pois as operações se resumem basicamente a comprar e vender cotas quando um cliente faz uma aplicação ou solicita um resgate.

Entenda a "sopa de letrinhas"

 

Sigla Descrição  Objetivo 
FI Fundo de Investimento São fundos regulamentados pela CVM e concentram os fundos referenciados DI, os renda fixa, os de ações, entre outros, em um total de sete diferentes classes. Para compor sua carteira, compram e vendem diretamente títulos e valores mobiliários ou qualquer outro ativo disponível no mercado.
FICFI Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Os FICFIs também são regulamentados pela CVM e sua carteira deve ter no mínimo 95% de cotas de outros fundos pertencentes a uma determinada categoria de fundo. Isso proporciona maior flexibilidade ao gestor para a criação de estratégias de aplicação, resgates e comercialização.
Além da sigla FICFI, deve constar no nome do fundo a categoria a que ele pertence, por exemplo, FICFIA (Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimentos em Ações).

 

Fonte: www.comoinvestir.com.br

Últimas Notícias

Ethiopian Airlines considera comprar aviões da Embraer

23/11/2015 23:30
©afp.com / Jenny Vaughan Ethiopian Airlines: empresa planeja quase que sobrar sua frota até 2025 Da REUTERS Montreal - A Ethiopian Airlines, maior companhia aérea da África, quer comprar 10 aviões de fuselagem estreita e está considerando jatos da brasileira Embraer e da...

Governo prepara capital bilionário para a Petrobras

20/11/2015 13:43
Paulo Whitaker/Reuters Reforço de capital: o aporte será via IHCD, uma operação que funciona como um contrato de crédito praticamente sem data de vencimento Adriana Fernandes e Mônica Ciarelli, do Estadão Conteúdo Brasília e Rio - O governo estuda um reforço bilionário na...

Petrobras negocia financiamentos de US$1,84 bi com agências

16/11/2015 21:48
REUTERS/Sergio Moraes Sede da Petrobras no Rio: a Petrobras afirmou que as operações estão em linha com sua estratégia de diversificação de fontes de financiamento Da REUTERS Rio de Janeiro - A Petrobras está concluindo negociações com agências de crédito internacionais em...

Cemig lucra R$ 166,954 milhões no 3º trimestre

14/11/2015 12:17
Arquivo Cemig: no acumulado de janeiro a setembro o lucro da companhia atingiu R$ 2,185 bilhões, alta de 8,21% sobre igual intervalo de 2014 André Magnabosco, do Estadão Conteúdo São Paulo - A estatal mineira Cemig acumulou lucro líquido de R$ 166,954 milhões no terceiro...

Prejuízo da Rossi diminui 35% no 3º trimestre

10/11/2015 21:07
Divulgação Rossi Residencial: receita líquida alcançou R$ 259,4 milhões, queda de 37,4% na comparação anual Fátima Laranjeira, do Estadão Conteúdo A Rossi Residencial registrou prejuízo líquido de R$ 171,1 milhões no terceiro trimestre de 2015, valor 35% menor do que as perdas de...

Valor de ativos à venda no Brasil chega a R$ 150 bilhões

08/11/2015 19:57
Ueslei Marcelino/Reuters Só a Petrobras quer levantar US$ 15,1 bilhões em 2015 e 2016 com a venda de ativos Naiana Oscar e Mônica Scaramuzzo, do Estadão Conteúdo São Paulo - O Brasil tem, neste momento, cerca de R$ 150 bilhões em ativos à venda, segundo cálculos feitos por bancos...

Lucro da Tractebel cai 35% no 3° tri para R$347,6 m

06/11/2015 19:01
Arquivo Tractebel Energia Tractebel: lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia somou 771,7 milhões de reais no terceiro trimestre Da REUTERS São Paulo - A geradora Tractebel Energia reportou...

CCR tem queda de 28,6% no lucro do 3º trimestre

27/10/2015 21:29
Wikimedia Commons CCR: companhia obteve melhora no resultado operacional no período Da REUTERS São Paulo - A companhia de concessões de infraestrutura CCR teve queda de 28,6 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre na comparação anual, a 247 milhões de reais, em resultado...

Assembleia de Deus vai lançar operadora de celular

30/09/2015 21:07
Getty Images Celular: a mais nova operadora virtual do país vai se chamar Mais AD e tem parceria com a Movtte Da REUTERS São Paulo - A Assembleia de Deus, que tem cerca de 18 milhões de fiéis no Brasil, vai lançar uma operadora de celular que utilizará capacidade de rede da...

BTG conclui compra de suíço BSI por US$1,29 bi, diz fonte

15/09/2015 19:44
Gustavo Kahil / Exame.com BTG Pactual: o grupo liderado por André Esteves anunciou nesta terça-feira ter pago 1,25 bilhão de francos suíços para selar a compra Aluísio Alves e Guillermo Parra-Bernal, da REUTERS São Paulo - O BTG Pactual concluiu a compra da gestora suíça de...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>