Por que investir em fundos?

Um fundo de investimento é como um condominio. Qual o objetivo de quem entra nesse condomínio? Por que entregar seu dinheiro para um fundo ao invés de investir você mesmo?

 

Existem alguns motivos que podem levar alguém a investir com a ajuda de um fundo: você conta com gestão profissional para o seu dinheiro, têm acesso à uma estratégia de diversificação a custos menores, podendo ter uma carteira de investimento que você não conseguiria montar sozinho. O investidor tem ainda a vantagem de conseguir resgatar rapidamente o seu dinheiro.

 

GESTÃO PROFISSIONAL

Quando você coloca dinheiro no fundo, está entregando suas economias para um gestor profissional cuidar. Ele é uma pessoa treinada para escolher aplicações e monitorar o mercado diariamente, avaliando quais as melhores opções de investimento. A não ser que você deseje se transformar em um investidor profissional, dificilmente terá tempo e preparo para acompanhar o mercado com a mesma profundidade e agilidade de um gestor profissional.

DIVERSIFICAÇÃO

O gestor do fundo procurará vários tipos de aplicações: colocará os ovos em várias cestas. Se acontecer algo errado com alguma aplicação, as que derem muito certo podem compensar essa perda. Ou seja, o fundo permite que você diversifique seus investimentos. Você poderia fazer isso sozinho, colocando seus recursos em vários tipos diferentes de aplicações. Mas isso tem um custo, e você pode não ter o volume de dinheiro suficiente para aplicar em um número grande de coisas. Quando você entra no fundo, se junta a muitos investidores. O fundo terá volume suficiente para diversificar os investimentos de uma forma que sozinho cada cotista não conseguiria.

CUSTOS MENORES

O fundo te ajuda a reduzir custos de transação. Manter um conjunto grande de aplicações e ajustar suas escolhas sempre têm custos: você precisa aplicar e resgatar recursos em vários momentos, comprar e vender ações, títulos e outros tipos de investimentos. No caso do fundo, assim como acontece no condomínio, os custos são diluídos porque são divididos por todos os investidores. Um exemplo disso é um gestor: para você sozinho provavelmente não seria possível contratar um profissional que se dedicasse a cuidar todos os dias dos seus investimentos. Milhares de investidores juntos no fundo conseguem fazer isso pagando uma taxa que serve dentre outras coisas para pagar o gestor que cuidará dos recursos.

FACILIDADE DE RESGATE

Quando uma pessoa aplica seus recursos, ela sempre tem um plano para aquele dinheiro. Imagine que você planejava algo, mas um imprevisto ocorreu e você precisa do dinheiro antes do que esperava. Dependendo do tipo de investimento que você fez, você poderá demorar um pouco para conseguir resgatar o dinheiro – imagine se você tivesse optado por um imóvel e tivesse que vendê-lo, por exemplo. O fundo oferece a vantagem de você conseguir resgatar seus recursos rapidamente. Você geralmente pode resgatar em um dia, em alguns fundos, ou com poucos dias de carência, em outros casos. No jargão do mercado financeiro, o fundo é um investimento com alta liquidez: liquidez é a velocidade com que você consegue transformar sua aplicação em dinheiro.

FÁCIL ACESSO À INFORMAÇÃO

Finalmente, um fundo é obrigado pelas regras brasileiras a divulgar todas as informações que os investidores precisam para acompanhar suas aplicações. Desde os documentos que mostram no que o fundo vai investir, até ao valor que a aplicação registra a cada dia. Ou seja: você sempre sabe o que está acontecendo com o seu dinheiro, o fundo é uma opção de investimento muito transparente.

Fonte: www.comoinvestir.com.br

Últimas Notícias

Ethiopian Airlines considera comprar aviões da Embraer

23/11/2015 23:30
©afp.com / Jenny Vaughan Ethiopian Airlines: empresa planeja quase que sobrar sua frota até 2025 Da REUTERS Montreal - A Ethiopian Airlines, maior companhia aérea da África, quer comprar 10 aviões de fuselagem estreita e está considerando jatos da brasileira Embraer e da...

Governo prepara capital bilionário para a Petrobras

20/11/2015 13:43
Paulo Whitaker/Reuters Reforço de capital: o aporte será via IHCD, uma operação que funciona como um contrato de crédito praticamente sem data de vencimento Adriana Fernandes e Mônica Ciarelli, do Estadão Conteúdo Brasília e Rio - O governo estuda um reforço bilionário na...

Petrobras negocia financiamentos de US$1,84 bi com agências

16/11/2015 21:48
REUTERS/Sergio Moraes Sede da Petrobras no Rio: a Petrobras afirmou que as operações estão em linha com sua estratégia de diversificação de fontes de financiamento Da REUTERS Rio de Janeiro - A Petrobras está concluindo negociações com agências de crédito internacionais em...

Cemig lucra R$ 166,954 milhões no 3º trimestre

14/11/2015 12:17
Arquivo Cemig: no acumulado de janeiro a setembro o lucro da companhia atingiu R$ 2,185 bilhões, alta de 8,21% sobre igual intervalo de 2014 André Magnabosco, do Estadão Conteúdo São Paulo - A estatal mineira Cemig acumulou lucro líquido de R$ 166,954 milhões no terceiro...

Prejuízo da Rossi diminui 35% no 3º trimestre

10/11/2015 21:07
Divulgação Rossi Residencial: receita líquida alcançou R$ 259,4 milhões, queda de 37,4% na comparação anual Fátima Laranjeira, do Estadão Conteúdo A Rossi Residencial registrou prejuízo líquido de R$ 171,1 milhões no terceiro trimestre de 2015, valor 35% menor do que as perdas de...

Valor de ativos à venda no Brasil chega a R$ 150 bilhões

08/11/2015 19:57
Ueslei Marcelino/Reuters Só a Petrobras quer levantar US$ 15,1 bilhões em 2015 e 2016 com a venda de ativos Naiana Oscar e Mônica Scaramuzzo, do Estadão Conteúdo São Paulo - O Brasil tem, neste momento, cerca de R$ 150 bilhões em ativos à venda, segundo cálculos feitos por bancos...

Lucro da Tractebel cai 35% no 3° tri para R$347,6 m

06/11/2015 19:01
Arquivo Tractebel Energia Tractebel: lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia somou 771,7 milhões de reais no terceiro trimestre Da REUTERS São Paulo - A geradora Tractebel Energia reportou...

CCR tem queda de 28,6% no lucro do 3º trimestre

27/10/2015 21:29
Wikimedia Commons CCR: companhia obteve melhora no resultado operacional no período Da REUTERS São Paulo - A companhia de concessões de infraestrutura CCR teve queda de 28,6 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre na comparação anual, a 247 milhões de reais, em resultado...

Assembleia de Deus vai lançar operadora de celular

30/09/2015 21:07
Getty Images Celular: a mais nova operadora virtual do país vai se chamar Mais AD e tem parceria com a Movtte Da REUTERS São Paulo - A Assembleia de Deus, que tem cerca de 18 milhões de fiéis no Brasil, vai lançar uma operadora de celular que utilizará capacidade de rede da...

BTG conclui compra de suíço BSI por US$1,29 bi, diz fonte

15/09/2015 19:44
Gustavo Kahil / Exame.com BTG Pactual: o grupo liderado por André Esteves anunciou nesta terça-feira ter pago 1,25 bilhão de francos suíços para selar a compra Aluísio Alves e Guillermo Parra-Bernal, da REUTERS São Paulo - O BTG Pactual concluiu a compra da gestora suíça de...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>