Principais Indexadores

Existe no mercado financeiro inúmeros índices e indexadores que estabelecem relações com diversos segmentos.
No mercado de renda fixa os títulos  têm emissores e características próprias. Basicamente, existem três grupos de emissores de títulos de renda fixa: Governo (títulos públicos), Bancos e empresas (títulos privados). Com relação a remuneração podemos  classificar os títulos em: pré-fixados quando os rendimentos já são conhecidos previamente ou pós-fixados quando o rendimento depende de um indexador.
Consulte mais informações sobre os principais indexadores e suas características:

Renda Fixa pós-fixada: principais indexadores
Entidades que divulgam cotações dos títulos de renda fixa

DI

O Depósito Interfinanceiro é um “instrumento” através do qual as instituições “trocam” reservas bancárias entre si. Além de ser este “instrumento”, o DI também é o “indexador” (taxa de juros) que representa média das taxas diárias praticadas pelas instituições financeiras nestas transações.
Se um investidor aplica recursos em DI por 30 dias, ao final deste prazo o montante a ser resgatado será o principal corrigido pelo acumulado em dias úteis da taxa DI de cada dia expressa de forma diária.
A taxa do DI é expressa em percentual ao ano, considerando 252 dias úteis para seu cálculo.

Exemplo 1: 

Taxa de juros = 10,00 %a.a. (ao ano, base 252 dias úteis)
Taxa de juros de 1 dia = (1 + 0,10)^(1/252) = 0,0378% ao dia

O DI é um indexador utilizado para remunerar alguns títulos de renda fixa como os CDBs ou como referência em operações de troca de indexadores (SWAP).

IGP: Índice geral de preços

Índice geral de preços (Fundação Getúlio Vargas)

O índice geral de preços calculado pela Fundação Getúlio Vargas registra o ritmo evolutivo de preços e é utilizado como medida da inflação nacional.

É composto pela média ponderada do IPA – índice de preços do atacado (60%), do IPC – índice de preços ao consumidor (30%) e do INCC – índice nacional de custo da construção (10%).

Possui dois períodos de medição e cada um dos períodos determina um índice que é utilizado pelo mercado para reajustes de aluguéis e outros contratos: IGP-M e IGP-DI

  • IGP-DI: compreende o período entre o primeiro e o último dia do mês de referência.
  • IGP-M: compreende o período entre o dia 21 do mês anterior ao de referência e o dia 20 do mês de referência.

 

O IGP-M é o indexador de alguns títulos de renda fixa negociados no mercado como as Notas do Tesouro Nacional – Série C.

TR: Taxa Referêncial

A metodologia de cálculo da TR tem como base a taxa média mensal ponderada ajustada dos CDBs prefixados das 30 instituições financeiras selecionadas, sendo eliminadas as duas de menor e as duas de maior taxa média. A base de cálculo da TR é o dia de referência, sendo calculada no dia útil posterior. Sobre a média apurada das taxas dos CDBs é aplicado um redutor, definidos pelo governo, que pode variar mensalmente (uma parte do redutor é fixa e a outra parte do redutor depende do nível de juros fixado, pelo COPOM, para a taxa Selic).

A TR é o indexador utilizado para remunerar os rendimentos das Cadernetas de Poupança.

IPCA: Índice de preços ao consumidor amplo

O índice de preço ao consumidor amplo calculado pelo IBGE é um índice que registra a variação de preços de produtos e serviços ao consumidor. A população-objetivo da coleta de preços do IPCA abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (um) e 40 (quarenta) salários-mínimos e é calculado do primeiro ao último dia de cada mês (mês civil).

  • Atualmente o IPCA  baliza a meta de inflação fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para o Banco Central definir sua política monetária.

 

O IPCA é o indexador de alguns títulos de renda fixa negociados no mercado como as Notas do Tesouro Nacional – Série B (NTN-B) e NTN-B Principal.

Fonte: www.comoinvestir.com.br

Últimas Notícias

Os 10 maiores bilionários brasileiros de 2019, segundo a Forbes

25/09/2019 17:40
A lista da Forbes conta com um número recorde de bilionários este ano: são 206 no país, 26 a mais que no ano anterior Por Karin Salomão access_time25 set 2019, 16h00 O empresário Jorge Paulo Lemann, sócio do 3G Capital, quase perdeu o posto do homem mais rico do Brasil, que ocupa há sete...

Natura confirma negociação para compra da Avon via troca de ações

22/05/2019 17:13
Empresa ponderou que não há como garantir que vai concluir de fato a transação Avon: Natura confirmou a informações de que está negociando a compra da rival norte-americana (Brendan McDermid/Reuters) São Paulo – A Natura confirmou nesta quarta-feira informações da imprensa de que...

Bolsa sobe com negociação EUA-China e reforma da Previdência

09/01/2019 11:41
Às 10:04, o Ibovespa subia 0,13 por cento, a 92.148,68 pontos Por Reuters Bovespa: bolsa sobe (Paulo Whitaker/Reuters) São Paulo – A bolsa paulista começava a quarta-feira com o Ibovespa em alta, alinhada ao tom positivo no exterior, em meio a expectativas de que Estados...

J&F discute repactuar leniência e pode confessar insider trading

22/01/2018 18:51
J&F discute repactuar leniência e pode confessar insider trading Leniência do grupo, fechada no final de maio do ano passado, prevê o pagamento de uma multa recorde no valor de 10,3 bilhões de reais durante 25 anos. J&F: acordo de leniência ficou em xeque após os irmãos...

Caixa mais que dobra lucro no 3º tri, para R$ 2,17 bi, diz BC

30/11/2017 16:31
Caixa mais que dobra lucro no 3º tri, para R$ 2,17 bi, diz BC As despesas da Caixa com pessoal somaram R$ 5,59 bi entre julho e setembro, número praticamente em linha com o mesmo período do ano passado Por Aluisio Alves, da Reuters Caixa: a soma das receitas com tarifas e...

Excesso de liquidez pressiona grandes bancos brasileiros

30/11/2017 15:57
Os maiores bancos do Brasil têm tantos ativos de alta liquidez que estão tentando se livrar deles. Por Cristiane Lucchesi e Felipe Marques, da Bloomberg Pessoas passam por agência do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro (Pilar Olivares/Reuters) Os maiores Bancos do...

Dívida de irmãos Batista dispara com negócio familiar

05/07/2017 18:26
Dívida de irmãos Batista dispara com negócio familiar Os irmãos que estão no epicentro do mais recente escândalo de corrupção do Brasil compraram as participações de suas três irmãs na J&F Investimentos Por Gerson Freitas Jr., Cristiane Lucchesi e Felipe Marques, da...

Gávea Investimentos negocia venda de fatia na Azul, dizem fontes

08/12/2016 10:57
Segundo fontes, a Gávea quer vender sua participação na Azul e os atuais acionistas devem comprar a fatia Por Fabiola Moura e Jessica Brice, da Bloomberg     Azul: participação da Gávea na empresa foi avaliada em R$ 212,5 milhões (Getty Images) A gestora de ativos brasileira Gávea...

Gol tem queda de 6,7% na oferta doméstica.

12/08/2016 10:57
  São Paulo - A Gol registrou queda de 6,7% na oferta doméstica em julho em comparação com o mesmo mês de 2015. A companhia justificou em comunicado que o dado "seguiu a tendência de adequação". Houve retração também no acumulado do ano até julho, de 6,4% comparativamente a...

Kroton aumenta oferta pela Estácio e se aproxima de fusão

02/07/2016 16:18
Ricardo Moraes/Reuters Estácio: se concretizado, o negócio com a Kroton é avaliado em R$ 5,5 bilhões Cátia Luz, do Estadão Conteúdo Fernanda Guimarães, do Estadão Conteúdo Gabriela Melo e Márcio Rodrigues, do Estadão Conteúdo São Paulo - Líder do ensino superior privado do...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>