“Brasil poderia viver em isolamento”, disse Eike em entrevista à rede BBC

28/11/2011 16:48

Empresário enalteceu mais uma vez os recursos naturais do país e afirmou que Estados Unidos e Europa precisam apertar os cintos


Beatriz Olivon, de

Fred Prouser / Reuters

Eike Batista

Eike Batista: “Somos a parte do mundo que está crescendo”

São Paulo – O presidente do grupo EBX, Eike Batista, enalteceu mais uma vez o Brasil em uma entrevista à rede pública britânica BBC. Citando a importância das exportações para alguns setores da economia brasileira, Eike afirmou que “o Brasil poderia viver em isolamento”.

O empresário destacou que o Brasil tem recursos naturais únicos parecidos com o dos Estados Unidos, na metade do século passado. O empresário usou como exemplos o pré-sal, a quantidade de água disponível e a áreas livres para agricultura.

“Somos a parte do mundo que está crescendo”, disse Eike. Para o empresário, haverão dois mundos diferentes: um que está crescendo – o das economias emergentes, que inclui o Brasil – e o outro, com Estados Unidos e Europa tendo que apertar os cintos e corrigir seus gastos excessivos. Ele disse que os países em dificuldades financeiras podem tomar o Brasil como o exemplo.

O Brasil poderia viver um movimento de migração similar ao que aconteceu nos Estados Unidos nos 90, segundo o empresário, a migração de pessoas de outros países para fazer fortuna aqui. “Entre os Brics, somos os mais ocidentalizados, com democracia forte. Não acho que nossos colegas Brics têm uma democracia forte como a nossa”, disse.

Questionado sobre como a economia britânica poderia voltar a crescer, Eike sugeriu que as multinacionais invistam em países que estão crescendo e citou como exemplo a Rolls Royce. “Vir aqui, manufaturar aqui e explorar os consumidores aqui, isso é o que os coreanos estão fazendo, vocês precisam de consumidores”, disse.

Últimas Notícias

Cosan inaugura usina de açúcar e etanol em Caarapó

22/09/2010 17:42
Investimentos na usina foram de, aproximadamente, 530 milhões de reais, sendo cerca de 275 milhões de reais do BNDES Beatriz Olivon Cosan: a unidade de Caarapó possui um contrato bilateral de venda de energia, com a comercialização prevista de 143 mil MWh anuais   São Paulo - O Grupo...

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60