2012 é o ano para a Hypermarcas entregar resultados – e não repetir 2011

23/12/2011 11:26

Nesse ano, empresa perdeu valor, vendeu ativos e manteve dividiu sua operação em duas frentes


Beatriz Olivon, de

Lia Lubambo

produtos da hypermarcas

Produtos da Hypermarcas: a empresa, que já esteve perto de ser a “Unilever Brasileira”, hoje está mais próxima da Pfizer, segundo Marcelo Gomes, diretor da Alvarez & Marsal

São Paulo – Em 2011, a Hypermarcas deu um passo para trás em suas aquisições. Não, a empresa não parou de comprar, mas se desfez de alguns ativos a fim de manter o foco do seu negócio em medicamentos e produtos de higiene e beleza. Agora, o mercado quer ver resultados.

“A companhia não tem mais espaço para repetir os erros de 2011”, segundo relatório do Banco Fator assinado pelos analistas Iago Whately e Gabriel De Gaetano. Nesse ano, o valor da Hypermarcas caiu pela metade. A empresa apresentou resultados difíceis nos três primeiros trimestres - no terceiro, por exemplo, ela registrou prejuízo de 190,5 milhões de reais, revertendo lucro líquido de 78 milhões de reais do mesmo período de 2010. “Precisamos ver o resultado desse ano completo. Se vão entregar (bons resultados) agora”, disse Francisco Chevez, analista do HSBC.

A empresa, que já esteve perto de ser a “Unilever Brasileira”, hoje está mais próxima da Pfizer, segundo Marcelo Gomes, diretor da Alvarez & Marsal. A companhia passou o ano de 2010 comprando marcas de sabonetes, medicamentos, fraldas e outros produtos de higiene e beleza e se desfez de alguns ativos como a Etti, de alimentos. 

Nos últimos três anos, a Hypermarcas comprou mais de 20 empresas. “Talvez a administração tenha sido muito otimista sobre o que poderia fazer com essas empresas no curto prazo”, disse Chevez. A própria empresa reconhece que, em 2011, a integração das forças de vendas foi mais desafiadora que o previsto. Ativos como a Etti, de alimentos, e Assim, Gato, Fluss, Sanifleur e Mat Inset, de higiene e limpeza, foram vendidas. 

A Hypermarcas também destacou como ponto negativo do ano a demora para implementar sua nova política comercial. No início deste ano, a empresa aumentou os preços e reduziu os prazos de pagamento para os atacadistas. A nova política comercial afetou os resultados do segundo e terceiro trimestres, e também a fez rever a projeção de lucro operacional para 2011, que foi reduzida de 1 bilhão de reais para 700 milhões de reais. Para 2012, a estimativa está em 850 milhões de reais.

A Hypermarcas ainda é muito diversificada, na opinião de Marcelo Gomes, diretor da Alvarez & Marsal. “A empresa não tem DNA hoje. É um conjunto de empresas”, disse. Mas 2011 também foi o ano em que ela dividiu sua operação em duas unidades distintas de negócios: uma do ramo farmacêutico, a outra voltada para consumo.

Sobreviver

Em um ambiente de desaceleração da economia e retração do crédito corporativo, a empresa teria dificuldade para sustentar seu elevado patamar de alavancagem financeira e acompanhar a agressividade da concorrência, segundo o relatório do Banco Fator. Por isso, os analistas veem como positiva a venda de ativos como a Etti.

A empresa tem no horizonte um futuro sólido, segundo Chevez, mas para isso “tem que sobreviver agora”, disse. Um ponto positivo para a empresa na visão do analista são as marcas fortes e produtos líderes que estão no seu portfólio. Para o Banco Fator, o desempenho da Hypermarcas no próximo ano poderá ser impulsionado pela expansão da renda no Brasil, venda de ativos no segmento de limpeza e alimentos e alavancagem financeira.

 

Últimas Notícias

Embraer e Horizon Air fecham contrato de US$ 2,8 bi

12/04/2016 22:53
Divulgação/Embraer Jato E175, da Embraer: com esse contrato, a Embraer já vendeu 332 aviões E175 a companhias aéreas da América do Norte Da AFP A Embraer assinou um acordo com a americana Horizon Air para a venda de 30 aeronaves E175, por 2,8 bilhões de dólares a preço de...

Eletrobras contrata banco para vender ativos da Eletrosul

28/03/2016 22:57
Adriano Machado/Bloomberg Linhas de transmissão da Eletrobras: estatal quer levantar 2 bilhões com venda de ativos, que incluem usinas eólicas e linhas de transmissão da Eletrosul. Da REUTERS São Paulo/Rio de Janeiro - A estatal Eletrobras contratou o banco Credit Suisse para...

CSN é condenada a pagar multa de R$ 13 mi

13/02/2016 18:00
Douglas Engle/Bloomberg News CSN: siderúrgica leva multa por problemas em Usina Presidente Vargas Do Estadão Conteúdo Rio – A CSN foi condenada a pagar R$ 13 milhões por ter descumprido um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), segundo o Ministério Público do Rio de...

Fitch diz que resultado da Gol eleva risco de inadimplência

04/02/2016 20:22
Exame.com/Karin Salomão Gol: para a Fitch, o principal risco à nota da Gol é a deterioração da demanda, que deve sofrer pressão dado o ambiente econômico no Brasil Marcelo Osakabe, do Estadão Conteúdo São Paulo - Caso não ocorra novo aporte de capital por parte de seus...

Eletrobras vai avaliar ativos da Abengoa, diz presidente

26/01/2016 21:01
Divulgação Subestação Assis, da Abengoa Brasil: no Brasil, a Abengoa tem sua principal atuação na transmissão de energia, segmento em que a própria Eletrobras atua fortemente Leonardo Goy, da REUTERS Brasília - A estatal Eletrobras vai analisar a possibilidade de disputar ativos...

Rio Tinto pode tirar Vale do 1º lugar em produção de minério

24/01/2016 18:32
Yusuf Ahmad/Reuters Funcionário da Vale: Rio Tinto prevê que a produção de suas minas, incluindo as toneladas alocadas a parceiros, aumentará cerca de 7 por cento neste ano David Stringer, da Bloomberg A Rio Tinto está prestes a empatar com a Vale – ou até mesmo desbancá-la – no...

Terminal da Vale no Maranhão será o maior do mundo em 2018

06/01/2016 22:27
Minério de ferro no Terminal Marítimo da Ponta da Madeira, da Companhia Vale do Rio Doce Da REUTERS São Paulo - O porto de Ponta da Madeira (TMPM), operado pela mineradora Vale em São Luís (MA), que completa 30 anos de operação nesta quarta-feira, está em processo de expansão para...

Calotes deixam Petrobras com R$1 bi a receber, diz Aneel

07/12/2015 20:55
Ueslei Marcelino/Reuters Petrobras: documento lista os créditos de empresas do setor nas liquidações financeiras da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica Da REUTERS São Paulo - A suspensão de liquidações financeiras do mercado de energia elétrica e a inadimplência elevada...

CPFL vê onda de venda de ativos com estrangeiros na disputa

03/12/2015 21:21
Divulgação CPFL: a CPFL pode aproveitar para ampliar sua fatia no mercado brasileiro de distribuição, hoje em 13 por cento Luciano Costa, da REUTERS São Paulo - A CPFL Energia vê um cenário aquecido para vendas de ativos de geração e distribuição de energia no Brasil nos próximos...

BTG Pactual anuncia Persio Arida como CEO interino

25/11/2015 21:37
Flavio Santana/Biofoto/EXAME.com Pérsio Arida, do BTG Pactual: nomeação ocorreu após a Polícia Federal ter prendido nesta manhã o fundador e presidente-executivo do BTG Pactual, André Esteves Da REUTERS São Paulo - O BTG Pactual afirmou nesta quarta-feira que o Conselho de...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>