Ameaça de rebaixamento na Europa pesa sobre mercados

06/12/2011 10:52

Déborah Costa   (dcosta@brasileconomico.com.br)

 
Ameça de rebaixamento dos ratings da Zona do Euro e PIB do Brasil então entre os destaques do dia

Ameça de rebaixamento dos ratings da Zona do Euro e PIB do Brasil então entre os destaques do dia

As notícias envolvendo os desdobramentos da crise europeia seguirão no foco dos investidores nesta terça-feira (6/12).

Isso porque a agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&) ameaçou na segunda-feira (5/12) rebaixar a nota de praticamente todos os países da Zona do Euro, refletindo o agravamento da crise da dívida.

Em nota, a agência disse que agiu assim por causa de uma "crença de que os estresses sistêmicos na Zona do Euro cresceram nas últimas semanas, a ponto de agora colocarem uma pressão negativa sobre a posição de crédito da Zona do Euro como um todo."

Por conta disso, a chanceler alemã Angela Merkel declarou nesta terça-feira em Berlim que seguirá aplicando as reformas importantes, ao relativizar as ameaças de rebaixamento pela agência Standard & Poor's.

"Vamos aplicar as decisões que consideramos importantes. É um processo longo. Vamos seguir neste caminho de reformas", declarou Merkel em uma entrevista coletiva em Berlim.

Diante da possibilidade de rebaixamento, a tendência é negativa para as principais bolsas de valores mundiais durante o dia.

Na velho continente, os principais índices acionários operam mistos. O DAX, em Frankfurt, recua 0,35%, para 6.086,85 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 desce 0,14%, a 3.196,92 pontos. E, em Londres, o índice FTSE 100 ganha 0,27%, a 5.582,02 pontos.

Já na Ásia, as bolsas de valores tiveram um pregão negativo em função da notícia ruim proveniente da Zona do Euro.

Os índices referenciais de Tóquio e Hong Kong perderam 1,39% e 1,24%, respectivamente. Neste sentido, a bolsa de Xangai recuou 0,31%.

Ainda em relação ao bloco europeu, o mercado acompanhou que o Produto Interno Bruto (PIB) da Zona do Euro avançou 0,2% no terceiro trimestre de 2011, quando comparado com os três meses anteriores.

Também no âmbito doméstico, a perspectiva negativa após o anúncio da Standard & Poor´s sobre os países da Zona do Euro deverá ditar o rumo da bolsa brasileira nesta terça feira, segundo relatório da corretora Rico.

O dólar comercial, por sua vez, recua nesta manhã, com baixa de 0,44%, cotado a R$ 1,7820 na compra e R$ 1,7840 na venda.

Dentre os indicadores brasileiros do dia destaque para o Produto Interno Bruto (PIB), que teve variação nula no terceiro trimestre deste ano, ante o trimestre anterior.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no trimestre, a demanda interna apresentou retração, com queda em todos os seus componentes. O consumo das famílias recuou 0,1%, e os investimentos caíram 0,2%.

Últimas Notícias

Ethiopian Airlines considera comprar aviões da Embraer

23/11/2015 23:30
©afp.com / Jenny Vaughan Ethiopian Airlines: empresa planeja quase que sobrar sua frota até 2025 Da REUTERS Montreal - A Ethiopian Airlines, maior companhia aérea da África, quer comprar 10 aviões de fuselagem estreita e está considerando jatos da brasileira Embraer e da...

Governo prepara capital bilionário para a Petrobras

20/11/2015 13:43
Paulo Whitaker/Reuters Reforço de capital: o aporte será via IHCD, uma operação que funciona como um contrato de crédito praticamente sem data de vencimento Adriana Fernandes e Mônica Ciarelli, do Estadão Conteúdo Brasília e Rio - O governo estuda um reforço bilionário na...

Petrobras negocia financiamentos de US$1,84 bi com agências

16/11/2015 21:48
REUTERS/Sergio Moraes Sede da Petrobras no Rio: a Petrobras afirmou que as operações estão em linha com sua estratégia de diversificação de fontes de financiamento Da REUTERS Rio de Janeiro - A Petrobras está concluindo negociações com agências de crédito internacionais em...

Cemig lucra R$ 166,954 milhões no 3º trimestre

14/11/2015 12:17
Arquivo Cemig: no acumulado de janeiro a setembro o lucro da companhia atingiu R$ 2,185 bilhões, alta de 8,21% sobre igual intervalo de 2014 André Magnabosco, do Estadão Conteúdo São Paulo - A estatal mineira Cemig acumulou lucro líquido de R$ 166,954 milhões no terceiro...

Prejuízo da Rossi diminui 35% no 3º trimestre

10/11/2015 21:07
Divulgação Rossi Residencial: receita líquida alcançou R$ 259,4 milhões, queda de 37,4% na comparação anual Fátima Laranjeira, do Estadão Conteúdo A Rossi Residencial registrou prejuízo líquido de R$ 171,1 milhões no terceiro trimestre de 2015, valor 35% menor do que as perdas de...

Valor de ativos à venda no Brasil chega a R$ 150 bilhões

08/11/2015 19:57
Ueslei Marcelino/Reuters Só a Petrobras quer levantar US$ 15,1 bilhões em 2015 e 2016 com a venda de ativos Naiana Oscar e Mônica Scaramuzzo, do Estadão Conteúdo São Paulo - O Brasil tem, neste momento, cerca de R$ 150 bilhões em ativos à venda, segundo cálculos feitos por bancos...

Lucro da Tractebel cai 35% no 3° tri para R$347,6 m

06/11/2015 19:01
Arquivo Tractebel Energia Tractebel: lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia somou 771,7 milhões de reais no terceiro trimestre Da REUTERS São Paulo - A geradora Tractebel Energia reportou...

CCR tem queda de 28,6% no lucro do 3º trimestre

27/10/2015 21:29
Wikimedia Commons CCR: companhia obteve melhora no resultado operacional no período Da REUTERS São Paulo - A companhia de concessões de infraestrutura CCR teve queda de 28,6 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre na comparação anual, a 247 milhões de reais, em resultado...

Assembleia de Deus vai lançar operadora de celular

30/09/2015 21:07
Getty Images Celular: a mais nova operadora virtual do país vai se chamar Mais AD e tem parceria com a Movtte Da REUTERS São Paulo - A Assembleia de Deus, que tem cerca de 18 milhões de fiéis no Brasil, vai lançar uma operadora de celular que utilizará capacidade de rede da...

BTG conclui compra de suíço BSI por US$1,29 bi, diz fonte

15/09/2015 19:44
Gustavo Kahil / Exame.com BTG Pactual: o grupo liderado por André Esteves anunciou nesta terça-feira ter pago 1,25 bilhão de francos suíços para selar a compra Aluísio Alves e Guillermo Parra-Bernal, da REUTERS São Paulo - O BTG Pactual concluiu a compra da gestora suíça de...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>