Analistas preveem que OGX vai exigir que Eike invista US$ 1

28/03/2013 17:49

Petrolífera deve exercer o direito de vender ações para continuar com seu plano de negócios e para participar da rodada de leilões de blocos de petróleo em maio

Divulgação
funcionário na plataforma da OGX

OGX: Em outubro, Eike concordou em comprar até US$ 1 bilhão em ações da OGX a R$ 6,30 cada até 30 de abril de 2014 para garantir que a companhia terá recursos suficientes para expandir sua carteira de exploração.


São Paulo - Ao mesmo tempo em que o valor da fortuna de Eike Batista despenca, a OGX Petróleo & Gás Participações SA provavelmente irá exigir dele uma injeção de US$ 1 bilhão a partir do mês que vem.

 

A petrolífera controlada pelo bilionário deve exercer o direito de vender ações para continuar com seu plano de negócios e para participar da rodada de leilões de blocos de petróleo em maio, disseram analistas como Auro Rozenbaum, do Banco Bradesco SA, e Paula Kovarsky, do Itaú Unibanco Holding SA.

 

As ações das empresas de Eike acumularam queda de até 84 % nos últimos 12 meses após a OGX reduzir suas metas de produção, o que fez com que o patrimônio pessoal do bilionário encolhesse em mais de US$ 25 bilhões. O fracasso na captação da OSX Brasil SA com emissão de dívida este ano sinaliza que investidores não estão dispostos a colocar dinheiro em suas empresas de recursos naturais e logística, disse Rozenbaum.

 

“Não há apetite no mercado de dívida e eles estão com menos dinheiro em caixa”, disse Rozenbaum em entrevista por telefone de São Paulo. Uma opção de ação “é a melhor forma de conseguir um alívio financeiro.”

 

Em outubro, Eike concordou em comprar até US$ 1 bilhão em ações da OGX a R$ 6,30 cada até 30 de abril de 2014 para garantir que a companhia terá recursos suficientes para expandir sua carteira de exploração. A falta de receita, aumento de gastos e dificuldades para encontrar parceiros deixa a OGX dependente do compromisso de Eike de financiar o investimento de US$ 1,3 bilhão programado para este ano, disse Kovarsky.