Base de acionistas da Mundial cresce 76% em três meses

07/07/2011 11:31

Empresa credita o avanço ao retorno do relacionamento com o mercado

Divulgação

Tesouras da Mundial

Empresa está finalizando a documentação para aderir ao Novo Mercado da Bovespa

São Paulo – A base de acionistas da Mundial (MNDL4) disparou 76% em apenas três meses, informou a empresa em um comunicado enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) nesta quarta-feira (6). O número chegou a 7.390 acionistas.

 

Segundo a empresa, o aumento se deve ao retorno das atividades de relacionamento da companhia com o mercado em 6 de abril deste ano, “o que reflete o acerto na politica de comunicação, transparência e governança que a companhia optou por adotar”.

A Mundial informou também que está finalizando a documentação necessária para a convocação das assebleias de acionistas que irão decidir sobre a entrada da empresa no Novo Mercado, o nível mais exigente de governança corporativa da bolsa brasileira. A expectativa é de que as reuniões ocorram até o próximo dia 27 de julho.

Histórico

A reaproximação com o mercado começou após a Mundial concluir, no final do ano passado, o plano de reestruturação da empresa iniciado em 2003. O primeiro passo foi a contração da Compliance, uma consultoria de Relações com Investidores em abril.

A Mundial então resolveu organizar uma teleconferência com investidores e analistas para apresentar as estimativas da companhia para os resultados do ano, além dos planos de reestruturação da dívida fiscal.

A participação chegou a 70 pessoas. Após isso, a Mundial visitou cerca de 10 corretoras e bancos e, a teleconferência mais recente, realizada e, 20 de junho, foi acompanhada por 200 pessoas.