Bradesco tem lucro líquido de R$ 2,815 bi no terceiro trimestre

26/10/2011 11:27

O banco também reportou lucro ajustado de R$ 8,427 bilhões entre os meses de janeiro até setembro


Diogo Ferreira Gomes e Guillermo Parra-Bernal, da

Andrevruas/Wikimedia Commons

Agência do Bradesco

O Bradesco é o segundo maior banco do país

Rio de Janeiro - O Bradesco teve lucro líquido de 2,815 bilhões de reais no terceiro trimestre, aumento de cerca de 11 por cento sobre o reportado um ano antes.

 

Apesar de maior, o resultado ficou abaixo da previsão média de analistas consultados pela Reuters de lucro de 2,871 bilhões de reais no período.

A carteira de crédito expandida em setembro atingiu 332,335 bilhões de reais, alta de 22 por cento em 12 meses. Os empréstimos a empresas tiveram ritmo maior de expansão, com crescimento de 26,5 por cento, para 226,9 bilhões de reais. Já os financiamentos a pessoas físicas avançaram 13,3 por cento, para 105,4 bilhões de reais.

A inadimplência medida por operações vencidas há mais de 90 dias ficaram em 3,8 por cento no terceiro trimestre, estável na comparação com um ano antes e ligeiramente acima dos 3,7 por cento de abril a junho de 2011.

Para o período de janeiro a setembro, o Bradesco reportou lucro ajustado de 8,427 bilhões de reais, alta de 18,4 por cento em relação ao mesmo período de 2010. O lucro líquido nos nove meses do ano foi de 8,302 bilhões, com rentabilidade anualizada de 22,03 por cento sobre o patrimônio líquido médio.

Os ativos totais estavam 722,289 bilhões de reais no fim de setembro, alta de 18 por cento sobre um ano antes.