BTG planeja oferta por unidade de commodities do JPMorgan

22/10/2013 22:09

Segundo fonte, banco de investimento trabalha para apresentar uma proposta para o negócio de commodities do banco americano

Cristiane Lucchesi e Dawn Kopecki, da

Getty Images

JPMorgan Chase %26 Co. em NY

JPMorgan Chase em Nova York: banco quer obter US$ 3,3 bilhões para a unidade de negócios

São Paulo/Nova York - O Grupo BTG Pactual, o banco de investimento fundado por André Esteves, trabalha para apresentar uma proposta para o negócio de commodities do JPMorgan Chase Co., disse uma pessoa com conhecimento direto sobre o assunto.

O BTG está no estágio inicial de análise das informações financeiras, disse a pessoa, que pediu anonimato porque as informações não são públicas. Brian Marchiony, um porta-voz do JPMorgan, com sede em Nova York, disse que o banco não iria comentar. A assessoria de imprensa do BTG também disse que o banco não iria fazer comentarios.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

O JPMorgan quer obter US$ 3,3 bilhões para a unidade de negócios, disse uma pessoa com conhecimento sobre o processo na semana passada. A primeira rodada de ofertas vai acontecer antes do final do mês.

Documentos que circularam no JPMorgan diziam que a unidade gera US$ 750 milhões em lucro antes de custos por ano, segundo a pessoa.

O JPMorgan disse em julho que quer sair do negócio físico de commodities. No mês passado, ele disse que Paul Posoli, 44, voltaria à unidade para ajudar a gerenciar a venda, reportando-se diretamente a Blythe Masters, 44, chefe de commodities do JPMorgan. O banco poderia vender ou desmembrar holdings que incluem armazéns, participações em usinas de energia e negócios com materiais, tais como gás e carvão.