Cosan prevê aumentar a produção de cana em 13/14

07/02/2013 13:56

Aumento da produção é para melhorar o desempenho da Raízen Energia

DivulgaçãoFábrica da Cosan em Jataí, GO

Fábrica da Cosan em Jataí: companhia manteve sua previsão para investimentos no atual ano comercial entre R$ 2,1 bilhões e 2,4 bilhões

São Paulo - A Cosan manterá investimentos com foco no aumento da produção de cana, para melhorar o desempenho da Raízen Energia, sua divisão de açúcar, etanol e cogeração, disseram nesta quinta-feira executivos da companhia.

"O nosso capex (investimento) principal, na cana, tem sido bastante forte, e aumentou bastante a capacidade de produção nos últimos dois anos... A gente deve soltar um 'guidance' (projeção) de mais produção no ano que vem", disse Marcelo Martins, vice-presidente financeiro e diretor de relações com investidores, em conferência com jornalistas.

A companhia manteve sua previsão para investimentos no atual ano comercial entre 2,1 bilhões e 2,4 bilhões de reais, próximo dos 2,1 bilhões de reais do ano anterior.

A Cosan, maior produtora de açúcar e etanol do Brasil, divulgou o resultado na noite de quarta-feira em que apresentou lucro líquido de 342,3 milhões de reais no trimestre encerrado em 31 de dezembro, acima das estimativas de mercado.

Apesar da projeção de alta na próxima safra, Martins não deu estimativas precisas sobre o volume na safra 2013/14.

O processamento de cana na atual temporada (2012/13) somou 56,2 milhões de toneladas até o momento, um pouco acima do teto da estimativa da companhia de entre 54-56 milhões de toneladas. O número também é 6,2 por cento maior do que o volume moído na safra passada.

Segundo a companhia, o incremento no volume reflete a recuperação e o deslocamento da safra para o final do ano passado, depois de um atraso no início do ciclo por questões climáticas.

Questionado sobre o efeito do reajuste no preço da gasolina para o cenário de investimentos do setor, o presidente da companhia Marcos Lutz, disse que vê o fato como positivo.

"O aumento da gasolina traz um benefício econômico. Vai ter impacto, obviamente, mas as decisões de aumento da produção são muito mais que a fotografia daquele minuto", disse.

 

Últimas Notícias

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60