Drogasil assume que negocia fusão com Raia

27/07/2011 10:40

Unidas, as duas companhias teriam cerca de 700 unidades e R$ 3,7 bilhões de receita


Daniela Barbosa, de

Mario Rodrigues/VEJA SP

Farmácia Droga Raia, em São Paulo

Farmácia Droga Raia, em São Paulo

São Paulo - Após ver o preço de suas ações dispararem na última terça-feira (26/7), a Drogasil afirmou que está negociando com a Droga Raia uma possível fusão. As duas redes formariam uma gigante do setor, com cerca de 700 lojas e mais de 3,7 bilhões de receita.


Por meio de nota divulgada ao mercado, a Drogasil disse que vem estudando alternativas de estrutura para a operação. Ontem, a rede afirmou a EXAME.com que não comentaria boatos de mercado.

Os acionistas das duas redes também estão estudando um acordo entre eles. As duas companhias são listadas no Novo Mercado da BM&FBOVESPA. Segundo a nota, A associação está sujeita à conclusão bem-sucedida das tratativas ora em curso entre as duas companhias e tais acionistas.

Em 2010 a Droga Raia tornou-se segunda maior rede de drogarias do Brasil em número de lojas, segundo o ranking da ABRAFRAMA (Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias), e permaneceu na quinta posiçãoe em receita bruta de vendas.

No ano passado, a Drogasil registrou participação de 4,3% no mercado nacional. Nos estados em que atua, a participação foi de 13,5% em Goiás; 13,0% no Distrito Federal; 9,8% em São Paulo; 7,3% no Espírito Santo e 5,4% em Minas Gerais. Em outubro a rede iniciou sua operação no Rio de Janeiro