Ecodiesel e Maeda fundem-se e vendem fatia por 70% acima do valor em bolsa

22/10/2010 18:24

Credit Suisse avaliou as ações da Brasil Ecodiesel em R$ 1,80; fato relevante sairá em breve

Divulgação

Brasil Ecodiesel Laboratório

Fundo chinês comprará 20% da nova empresa por meio de um aporte de capital

São Paulo - A Brasil Ecodiesel (ECOD3) e a Maeda Agroindustrial devem anunciar em breve uma fusão que criará uma das maiores empresas agrícolas do mundo. Segundo apurou a Exame.com, os recentes rumores que impulsionaram as ações da empresa em bolsa têm fundamentos e não contam com o envolvimento da Vale (VALE3); (VALE5), como especulava-se.

A operação criará uma nova empresa por meio de uma troca de ações, dividindo o capital em 70% para a Brasil Ecodiesel e 30% para a Maeda, empresa adquirida em maio deste ano pelo fundo Arion Capital do bilionário espanhol Enrique Bañuelos. O banco Credit Suisse, liderado pela equipe do banqueiro Marcelo Kayath, coordenou o negócio.
 
A operação, pensada desde a reestruturação da dívida de 300 milhões de reais da Maeda, já foi costurada com a venda de uma fatia de 20% da nova empresa por meio de um aporte de capital de um fundo de Hong Kong. O valor por ação foi definido pelo Credit Suisse em R$ 1,80, ou seja, cerca de 70% acima do negociado na BM&FBovespa. Com isso, a injeção de capital do fundo chinês chegará a 250 milhões de reais.
 
O acordo deve ser assinado em Hong Kong na primeira quinzena de novembro. (mais informações em breve)
 
Fonte: http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/ecodiesel-e-maeda-fundem-se-e-vendem-fatia-por-70-acima-do-valor-em-bolsa