EcoRodovias tem lucro de R$ 288,4 milhões no 1º trimestre

06/05/2014 00:16

Resultado representa uma alta de 159,4% na comparação com os R$ 111,2 milhões reportados em igual período de 2013

Luciana Collet, do

Marcos Santos/USP Imagens

Estradas: Sistema Anchieta/Imigrantes

Estradas: Sistema Anchieta/Imigrantes: geração de caixa medida pelo Ebitda subiu 95,7% nos três primeiros meses do ano, para R$ 580,7 milhões

São Paulo - A EcoRodovias registrou lucro líquido de R$ 288,4 milhões no primeiro trimestre de 2014, alta de 159,4% na comparação com os R$ 111,2 milhões reportados em igual período de 2013.

Excluindo os efeitos não recorrentes da venda da totalidade das ações da STP (que opera o serviço de pedagiamento eletrônico Sem Parar/Via Fácil) e os custos iniciais da concessionária ECO101, o lucro líquido ficou em R$ 89,4 milhões, queda de 17,3% frente aos R$ 108,1 milhões de um ano antes. O lucro líquido antes da participação dos minoritários, por sua vez, atingiu R$ 284,7 milhões, alta de 154%.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

A geração de caixa medida pelo Ebitda subiu 95,7% nos três primeiros meses do ano, para R$ 580,7 milhões. A margem Ebitda avançou 35,5 pontos porcentuais, para 87,7%, na mesma comparação.

Desconsiderando receita e custo de construção, provisão para manutenção e consolidado proporcionalmente suas participações (IFRS 10), o Ebitda pró-forma ajustado atingiu R$ 609,6 milhões no primeiro trimestre, com alta de 85%, enquanto a margem Ebitda pró-forma avançou 44,5%, para 100,5%.

Excluindo a venda da participação na STP e o resultado da ECO101, o Ebitda pró-forma comparável registrou expansão de 8,3%, para R$ 350,1 milhões, com margem de 58,9%, alta de 2,3 p.p.

A receita líquida somou R$ 662,2 milhões entre janeiro e março, alta de 16,5%. A receita líquida pró-forma ajustada, que exclui a receita de construção, subiu apenas 3,1% no trimestre, para R$ 606,4 milhões. Sem STP e ECO101, a receita comparável aumentou 4,1%, para R$ 594,2 milhões.