Eike aposta em novos executivos para conter queda nas ações

12/11/2012 10:34

 

O novo grupo de executivos inclui Luiz Carneiro, que assumiu o cargo de diretor-presidente da OGX Petróleo & Gás Participações SA

Juan Pablo Spinetto, da
 
Oscar Cabral/VejaEmpresário Eike BatistaA queda dos papéis levou Eike Batista a se comprometer a gastar até US$ 2 bilhões do próprio bolso para fortalecer o caixa da OGX e da OSX Brasil SA

São Paulo - O bilionário Eike Batista está apostando que as mudanças feitas no comando de suas empresas vão conseguir recuperar a confiança de investidores depois que as frustrações com resultados e atrasos na produção eliminaram US$ 15 bilhões em valor de mercado das companhias este ano.

Eike, 56, vai apresentar sua nova equipe a investidores em Nova York esta semana. O novo grupo de executivos inclui Luiz Carneiro, que assumiu o cargo de diretor-presidente da OGX Petróleo & Gás Participações SA. Carneiro é um dos cinco executivos de alto escalão nomeados para o grupo desde junho. As ações da OGX acumulam baixa de 64 por cento este ano.

A queda dos papéis levou Eike a se comprometer a gastar até US$ 2 bilhões do próprio bolso para fortalecer o caixa da OGX e da OSX Brasil SA, empresa de serviços à indústria de petróleo. Ele também acenou com a possibilidade de vender participações para estrangeiros e de fechar o capital da LLX Logística SA, que será uma operadora de portos.

As quatro maiores empresas do grupo com capital aberto tiveram um prejuízo antes de juros, impostos, epreciações e amortizações de US$ 198 milhões nos primeiros nove meses do ano. O resultado está abaixo da projeção feita por Eike em março, que era de uma geração de caixa de US$ 1 bilhão este ano.

“Eike é um empreendedor maravilhoso, um ótimo vendedor e acho que ele vendeu ganhos e lucros antes que se tornassem realidade”, disse Arthur Byrnes, que administra cerca de US$ 800 milhões na Deltec Asset Management LLC em Nova York e que pretende ir à apresentação de Eike e sua equipe. “Ele prometeu demais e entregou de menos.”

“O Grupo EBX está capitalizado, com cerca de US$ 9 bilhões em caixa, recursos suficientes para garantir a execução dos projetos desenvolvidos no País. Todas as companhias de capital aberto do Grupo EBX vêm cumprindo seus planos de negócios, com funding substancialmente equacionado para os próximos anos”, disse a companhia em resposta por e-mail a pedido de comentários da Bloomberg.

 

 

Últimas Notícias

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60