Eike Batista negocia venda de sua participação na MMX

05/09/2013 22:11

Em fato relevante enviado à CVM nesta quinta, empresário afirmou que 'há negociações em andamento'

Empresário Eike Batista

Eike Batista: empresário poderá vender mais uma fatia de suas participação na MMX (Marcos D'Paula/AE)

A MMX, mineradora do grupo EBX, comunicou na noite desta quinta-feira que recebeu a informação de que seu acionista controlador, Eike Batista, está em tratativas para potencial redução de participação na companhia. "Neste contexto, existem negociações em andamento cujo estágio não confere qualquer segurança acerca da sua conclusão. Contudo, até o momento, não há qualquer documento assinado", informou a empresa por meio de fato relevante, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O ex-bilionário Eike já aceitou abrir mão da sua posição de controle das suas empresas de logística LLX e de energia MPX, para honrar compromissos com credores e investidores. Na última semana, vendeu milhões de ações da OSX e da OGX.

De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo publicada nesta quinta-feira, a negociação para a venda da mineradora MMX está em fase final e propostas de até 1 bilhão de dólares foram encaminhadas para avaliação pelo grupo EBX, controlador da produtora de minério de ferro.

O modelo de venda da repetirá o usado para a empresa de energia MPX e para a companhia de logística LLX.

A MMX fará um aumento de capital, segundo o jornal, sem que o empresário Eike Batista participe. Eike abriria mão de seu direito de preferência na operação em nome do grupo investidor e deixará o controle da MMX.

O fato relevante da MMX foi divulgado no mesmo dia em que a CVM anunciou a abertura de um processo administrativo contra Eike e seus diretores justamente por não informarem ao mercado operações relevantes para o desempenho da companhia, como a reestruturação de dívidas e a venda de participação.

(Com Reuters)