Eike Batista pagará restante do empréstimo até 2017

26/09/2013 21:26

Segundo o fundo Mubadala, o restante do empréstimo de US$ 2 bilhões será pago ao longo de 4 anos

Dale Crofts e Stefania Bianchi, da

 

Douglas Engle/Bloomberg News

O empresário Eike Batista

O empresário Eike Batista: o empréstimo remanescente é lastreado com garantias e penhores de títulos, diz Mubadala

Dubai - Mubadala Development Co., o fundo soberano de Abu Dhabi, disse que o restante do empréstimo de US$ 2 bilhões feito ao grupo EBX de Eike Batista será pago ao longo de 4 anos.

A “terceira parte” não identificada fará o pagamento “progressivamente” até 30 de junho de 2017, de acordo com relatório do fundo referente ao primeiro semestre, publicado hoje. Um funcionário do fundo, que pediu para não ser identificado, confirmou que a informação no comunicado se refere ao investimento da Mubadala na EBX.

A Mubadala disse em julho que reestruturou o investimento de US$ 2 bilhões na holding do ex-bilionário e que a EBX resgatou uma parte “significativa” do investimento original. A Mubadala foi paga em uma combinação de dinheiro e títulos, de acordo com o relatório de hoje.

O empréstimo remanescente é lastreado com garantias e penhores de títulos, diz Mubadala.

 

Últimas Notícias

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60