Empresas de Eike somam prejuízo de R$ 20,55 bi em 2013

01/04/2014 00:51

OGX teve o maior prejuízo da história da Bovespa. Das seis empresas de Eike, ainda falta a divulgação de resultados da Eneva e LLX

Size_80_tatiana-vaz

Tatiana Vaz, de
FERNANDO LEMOS

Eike em seu restaurante de comida chinesa Mr. Lam, que fica no Rio de Janeiro.

Eike: prejuízo da OGX é o maior da história das companhias abertas do Brasil

São Paulo – A OGX divulgou hoje um prejuízo de 17,43 bilhões no ano passado, o pior resultado já apresentado por empresas brasileiras de capital aberta desde 1986, segundo a consultoria Economática.

Até agora, quatro das seis empresas do grupo EBX, de Eike Batista, já apresentaram seus números de 2013 – falta ainda a CCX e a OSX.

Mas, por enquanto, já dá pra se calcular o tamanho da perda das empresas X. Juntas, elas somam um prejuízo de 20,55 bilhões de reais, de acordo com a Economática.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

Depois da OGX, o maior prejuízo entre as empresas de Eike foi o da MMX, empresa de mineração do grupo, de dois bilhões de reais.

Eneva e LLX aparecem em seguida, com 942 milhões de reais e 116 milhões de reais negativos, respectivamente.

Campeãs em prejuízo

A Economática fez ainda um levantamento dos maiores prejuízos das companhias brasileiras de capital aberto desde 1986.

Confira, a seguir, a lista liderada pela OGX. 

 

 

Empresa

Setor

Prejuízo - R$ mi

Ano

1

OGX Petróleo

Petróleo e Gás

17.435

2013

2

Banco do Brasil

Bancos

7.526

1996

3

Banco Nacional

Bancos

7.325

1995

4

Eletrobras

Energia Elétrica

6.879

2012

5

Eletrobras

Energia Elétrica

6.287

2013

6

Banco do Brasil

Bancos

4.253

1995

7

Aracruz

Papel e Celulose

4.213

2008

8

Cesp

Energia Elétrica

3.418

2002

9

Varig

Transporte

2.868

2002

10

Banestado

Bancos

2.861

1998

Fonte: Economática