Estímulos: Fed comprará US$ 40 bilhões de títulos hipotecários por mês

13/09/2012 14:17

 

A expectativa da autoridade monetária é que isso ajude a economia norte-americana a recuperar

Por Felipe Moreno |13h42 | 13-09-2012

 

SÃO PAULO - O Federal Reserve anunciou o seu terceiro programa de Quantative Easing, nesta quinta-feira (13) - após reunião do Fomc (Federal Open Market Committee). A autoridade monetária norte-americana, que já injetou mais de US$ 2 trilhões na economia nos dois primeiros programas, deve realizar compras de US$ 40 bilhões em títulos segurados por hipotecas nos EUA por mês. A taxa básica de juro do país foi mantida entre 0% e 0,25% ao ano.

 

Essa cifra parece pequena quando comparado com os dois primeiros QE, mas o comunicado do Fed não detalha um fim prédeterminado para o programa desta vez. Junto com o outro programa em andamento, o Operation Twist, o Fed deve aumentar seu portfólio de títulos de dívida em US$ 85 bilhões por mês. Contudo, o Operation Twist - que consiste na venda de títulos públicos de curto prazo e na compra de equivalentes com maturação em um período maior do que cinco anos - deve expirar no final deste ano, levando o ritmo de expansão para US$ 40 bilhões. 

Ben Bernanke 2 - presidente do Fed - 17/07/12

 

Além disso, o Fed manterá a política de utilização do principal dos seus investimentos para adquirir novos títulos de dívida. A expectativa da autoridade monetária é que isso ajude a economia norte-americana a recuperar. "A atividade econômica continua se expandindo em passos moderados nos últimos meses, com ritmo fraco de criação de empregos e taxa de desemprego elevada", avalia o Fomc, lembrando que a inflação continua baixa - abrindo espaço para novas medidas deste tipo.

"Sem novas políticas acomodativas, crescimento econômico não deve ser forte o suficiente para gerar ganhos sustentáveis nas condições do mercado de trabalho", avalia a instituição. Por conta disso, inicia-se o novo programa de estímulos e aumenta-se o tempo em que a taxa de juro permanecerá em patamares baixos: desta vez, a expectativa é que as condições que permitam que a Fed Funds Rate permaneça entre 0% e 0,25% deva ir até metade de 2015.