Gafisa tem prejuízo líquido R$ 1,09 bi em 2011 por ajustes

02/04/2012 10:43

Esse resultado inclui números preliminares não-auditados. Os dados consolidados e incluindo resultados do quarto trimestre devem ser divulgados até 9 de abril

Vivian Pereira, da
Divulgação

Casas populares da Tenda, controlada pela Gafisa

O prejuízo em 2011, segundo a empresa, foi decorrente principalmente de ajustes de R$ 889,5 milhões, sendo 69% equivalente à Tenda, do segmento popular

São Paulo - A Gafisa encerrou o ano passado com prejuízo líquido de 1,093 bilhão de reais, comparado a lucro de 416,05 milhões de reais em 2010, conforme dados divulgados no domingo, em meio à tentativa da companhia de revisar sua estrutura e suas operações para retornar ao crescimento.

A construtora e incorporadora apresentou números preliminares não-auditados, justificando que, após realizar "profunda análise dos impactos econômicos das mudanças estratégicas adotadas e da revisão orçamentária requerida... os auditores vão necessitar de tempo adicional para completar seus trabalhos".

Os dados consolidados auditados e incluindo resultados do quarto trimestre devem ser divulgados até 9 de abril.

O prejuízo em 2011, segundo a empresa, foi decorrente principalmente de ajustes de 889,5 milhões de reais, sendo 69 por cento equivalente à Tenda -unidade voltada ao segmento econômico que, desde que foi adquirida pela companhia, vem impactando os resultados do grupo- e 31 por cento à Gafisa.

No quarto trimestre, a Gafisa informou ter feito reajuste de orçamento de custos de construção no valor de 587 milhões de reais, equivalente a 6 por cento da base original de custos total. Segundo a empresa, empreendimentos executados por terceiros e franqueados representaram 49 por cento dos desvios preliminares de custos, 26 por cento estão em regiões que foram descontinuadas e 25 por cento por construções gerenciadas internamente. Com isso, o impacto nos resultados do trimestre foi de 440,9 milhões de reais.

A construtora informou ainda ter realizado análise detalhada da carteira de recebíveis de Tenda.

"A Gafisa realizou alterações significativas em sua estrutura e gestão que posicionam a companhia para o desenvolvimento no longo prazo e para um melhor desempenho financeiro. Os resultados financeiros consolidados do ano refletem as ações corretivas necessárias, como a redução do negócio Tenda, o destrato com potenciais proprietários de imóveis que já não se qualificavam mais para financiamento bancário e um foco geográfico reduzido", afirmou a companhia no balanço.

A revisão orçamentária de custo de construção dos segmentos Tenda e Gafisa, segundo a empresa, ocorreu por meio de foco nas regiões geográficas onde há maior controle de sua cadeia de suprimentos.

"Apesar dos impactos terem sido relevantes, não houve impacto no nosso fluxo de caixa atual, e nossa liquidez se mantém suficiente para cumprirmos com nossas obrigações e executarmos nosso novo plano estratégico", acrescentou a Gafisa no documento.

Em 31 de dezembro, a posição de caixa da companhia era de 983,7 milhões de reais, contra 1,2 bilhão ao final de 2010. Em 31 março de 2012, a posição de caixa era de aproximadamente 900 milhões de reais.

Em todo o ano passado, o consumo de caixa somou 200,2 milhões de reais. Já as despesas operacionais aumentaram de 525,3 milhões em 2010 para 865,1 milhões de reais.

A receita líquida da construtora, por sua vez, caiu 25 por cento, para 2,788 bilhões de reais.

2012 A Gafisa fechou 2011 com banco de terrenos potencial para lançamentos de 21,8 bilhões de reais. Para este ano, a estimativa da empresa é de lançamentos na faixa entre 2,7 bilhões e 3,3 bilhões de reais, com o segmento Gafisa respondendo por metade deste volume, AlphaVille por 40 por cento e Tenda, 10 por cento.

Nos três primeiros meses de 2012, a companhia informou ter lançado 400 milhões de reais.

Em termos de entregas, a companhia espera somar de 22 mil a 26 mil unidades em 2012, sendo 30 por cento do segmento Gafisa, 50 por cento de Tenda e o restante de AlphaVille. No primeiro trimestre deste ano, foram entregues 6 mil unidades e concluído o repasse de 2.500 clientes de Tenda para instituições financeiras.

A Gafisa informou também que espera gerar entre 500 milhões e 700 milhões de reais em fluxo de caixa operacional em 2012.