Gol projeta crescimento de até 2% em oferta doméstica

23/02/2012 10:22

A empresa também projeta expansão da demanda doméstica de toda a indústria entre 7% e 10%

Wikimedia Commons

Avião da Webjet

O plano de frota da Gol para 2012 está sendo revisado para englobar a renovação de frota da Webjet

São Paulo - A Gol Linhas Aéreas Inteligentes S.A. divulgou nesta quinta-feira, 23, projeções para o ano de 2012, estimando um crescimento entre 0% e 2% na sua oferta doméstica (ASKs), resultando em taxas de ocupação entre 71% e 75% nos seus voos. A empresa projeta expansão da demanda doméstica de toda a indústria entre 7% e 10%, reflexo do crescimento da economia e da demanda por viagens aéreas nacionais, com projeção de uma elasticidade de 2,5 a 3,0 vezes do PIB brasileiro.

De acordo com a empresa aérea, o yield (indicador de tarifa) "deve continuar em sua trajetória de recuperação progressiva resultado das ações prudentes tomadas pela companhia e pela indústria no que se refere à oferta de assentos para o futuro". O número de decolagens previsto fica entre 363 mil e 370,3 mil.

A empresa espera ainda que sua margem operacional (Ebit) fique entre 4% e 7% este ano. O preço do petróleo WTI deve ficar em torno de US$ 110,4 e de US$ 120,4 para o Brent com base nos dados informados pela Energy Information Administration (EIA), projeta a Gol.

De acordo com comunicado da empresa, o plano de frota da companhia para 2012 e próximos anos está sendo revisado visando englobar a renovação de frota da Webjet e o mercado será informado no momento de definição.