Lucro do Pão de Açúcar recua 69% no trimestre

24/07/2013 14:50

TONI SCIARRETTA - folha.com.br
DE SÃO PAULO

O Grupo Pão de Açúcar, maior rede varejista brasileira, terminou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 77 milhões, abaixo do esperado por analistas.

O resultado, que foi impactado por uma série de despesas relacionadas à fusão Ponto Frio/Casas Bahia e por provisões para perdas trabalhistas e tributárias, é 68,6% menor do que o registrado no mesmo período de 2012, quando a varejista lucrou R$ 245 milhões.

Descontado esse impacto, a varejista teve um resultado recorrente de R$ 327 milhões --alta de 35,8% em relação aos R$ 241 milhões do segundo trimestre de 2012.

Segundo a empresa, as despesas não-recorrentes somaram R$ 350 milhões, sendo R$ 163 milhões de provisionamento para "riscos tributários" (contestação de impostos devidos), R$ 67 milhões relacionados à associação entre Pontofrio e Casas Bahia, R$ 51 milhões para reestruturação do negócio e ativo imobilizado e mais R$ 69 milhões para possíveis perdas trabalhistas, entre outras contingências.

O melhor desempenho veio, novamente, da Via Varejo, que contribuiu com lucro de R$ 155 milhões --ante R$ 7 milhões no segundo trimestre de 2012.

Já no chamado varejo alimentar (supermercados), o crescimento do lucro foi de 26,6% --passou de R$ 136 milhões para R$ 172 milhões.

A receita da varejista totalizou R$ 14,919 bilhões, crescimento de 10,4% em relação ao mesmo período de 2012.

O grupo destaca no período o impacto do deslocamento da Páscoa para o primeiro trimestre e até as manifestações, que implicaram o fechamento de algumas lojas por algumas horas. No período, houve a abertura de 33 novas lojas.