Ministro diz que queda de ações de elétricas é natural

13/09/2012 11:12

 

EDUARDO RODRIGUES - Agencia Estado

BRASÍLIA - Apesar da forte queda das ações das companhias ligadas ao setor elétrico, após o anúncio de medidas do governo para redução do custo da eletricidade no País, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta quinta-feira que o movimento dos papéis é natural. Conforme levantamento feito na quarta-feira (12) pela consultoria Economatica a pedido da Agência Estado, as empresas do setor perderam aproximadamente de R$ 21 bilhões em valor de mercado nos últimos dois dias.

 

"As ações subirem ou caírem é da natureza da Bolsa de Valores. Mas esperamos que em breve elas possam voltar à normalidade", completou Lobão, ao deixar a sede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), onde participou do programa de rádio Bom Dia Ministro.

Lobão também disse que o governo está tranquilo em relação à tramitação e aprovação, no Congresso Nacional, da Medida Provisória 579, assinada nesta semana pela presidente Dilma Rousseff, com as medidas de redução do custo de energia elétrica.

Ele ressaltou, porém, que eventuais emendas a essa medida provisória serão acompanhadas de perto pelo governo. "Temos uma base parlamentar sólida e com ampla maioria no Congresso e nossos líderes tomarão as providências necessárias para evitar que uma medida tão importante para o País, mesmo que por descuido, possa ser deformada", completou o ministro, ao deixar a sede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), onde participou do programa "Bom Dia Ministro".