OGX conclui teste em poço na Bacia de Santos

03/10/2011 11:21

Teste confirmou a existência de um importante polo de gás e condensado na região, segundo o diretor geral da empresa

Divulgação

Blocos da OGX Petróleo

OGX: expectativa da empresa é que a produção possa atingir até 5 milhões de metros cúbicos por dia

São Paulo - A OGX, empresa de petróleo do grupo do empresário Eike Batista, concluiu um teste de formação que estava em curso no poço denominado 1-OGX-11D-SPS, no bloco BM-S-59, em águas rasas da Bacia de Santos. A OGX detém 100% de participação no bloco.

 

O teste confirmou a existência de um importante polo de gás e condensado nessa região, informou Paulo Mendonca, diretor geral e de exploração da OGX, em comunicado ao mercado.

Os resultados do teste indicam um potencial produtivo de 1 milhão de metros cúbicos por dia de gás e 1.200 barris por dia de condensado em poço vertical, segundo a OGX. A expectativa da empresa é que a produção possa atingir até 5 milhões de metros cúbicos por dia de gás e 6.000 barris por dia de condensado através de poço horizontal.

Em anúncio feito no dia 17 de junho do ano passado, a OGX havia comunicado a descoberta de uma coluna de 180 metros com 75 metros de net pay (soma de seções saturadas de petróleo e gás)  na seção santoniana da acumulação de Natal. 

Entre os dias 21 e 27 de setembro foi feito um teste no poço OGX-11D que confirmou a presença de gás e também a existência de condensado de aproximadamente 47 API (que indica a qualidade do óleo).

O poço OGX-11D, denominado Natal, localizado no bloco BM-S-59, situa-se a 84 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de aproximadamente 180 metros.