OSX buscará recursos do BNDES e da Caixa, diz diretor

28/02/2013 14:56

A empresa repassará ao mercado dívida de US$ 500 milhões e irá captar mais US$ 240 milhões

Fernanda Nunes, do
Sergio Moraes/ReutersInstalação da OSX

A captação no mercado de cerca de US$ 240 milhões, que está sendo preparada, destina-se à conclusão da obra de construção da plataforma OSX-3

Rio de Janeiro - O diretor financeiro da OSX, João Borges Neto, braço naval do grupo EBX, de Eike Batista, informou que a empresa irá recorrer ao mercado financeiro, ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e à Caixa Econômica Federal para cobrir o caixa e suprir todas as necessidades de financiamento do ano.

 

O diretor informou que a empresa repassará ao mercado dívida de US$ 500 milhões e irá captar mais US$ 240 milhões. "Dessa forma conseguiremos estar com todos os projetos financiados".

A prioridade é levantar o recurso necessário para o pagamento dos custos da plataforma OSX-3. Já as dívidas relativas às plataformas OSX-1 e OSX-2 serão alongadas.

Borges Neto informou que ainda que Batista irá injetar mais US$ 250 milhões na companhia, na operação "put option", a serem usados em novos investimentos. Em teleconferência com analistas de mercado, ele disse ainda que, para 2014, a empresa espera novas fontes de receita.

A captação no mercado de cerca de US$ 240 milhões, que está sendo preparada, destina-se à conclusão da obra de construção da plataforma OSX-3. A única definição é que o recurso será destinado exclusivamente à continuidade do projeto.

O executivo negou que haja chance de a obra ser paralisada por falta de recursos. "Tenho caixa e vou trabalhar. Dá tempo de levantar US$ 240 milhões adicionais", disse Borges Neto, complementando que, em último caso, poderiam ser utilizados os US$ 250 milhões que serão injetados por Eike Batista neste ano. O objetivo desta operação, entretanto, é de investimento em novos projetos e não no financiamento de dívida, destacou.