Otimismo com Grécia impulsiona bolsas mundiais

08/02/2012 11:07

Déborah Costa   (dcosta@brasileconomico.com.br)

Grécia continua no centro das atenções dos investidores

Grécia continua no centro das atenções dos investidores

Os investidores amanheceram a quarta-feira (8/2) mais dispostos a assumir ativos de risco.

As negociações em torno da dívida grega continuam, mas a sinalização de avanços com os credores ajudam a deixar o clima mais tranquilo nas praças acionárias.

A Bradesco Corretora avaliou a melhora na percepção de risco por conta da notícia de que o Banco Central Europeu aceitará trocar bônus gregos, adquiridos no ano passado, por um preço abaixo do valor de face, anima os agentes, já que contribui para reduzir o custo da dívida grega.

Espera-se que os líderes dos três partidos da coalizão de governo da Grécia discutem um acordo do país com a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Segundo políticos gregos, a expectativa é que o acordo seja aprovado ainda nesta quarta-feira (8/2).

Vale lembrar que hoje o primeiro ministro grego, Lucas Papademos, terá uma reunião com líderes políticos do país para abordar questões em torno das novas medidas de austeridade fiscal, exigidas para o recebimento do pacote de ajuda.

Na agenda de indicadores europeia, destaque para o superávit da balança comercial da Alemanha, que cresceu em 2011, em ritmo anual, € 158,1 bilhões.

Nos Estados Unidos, o pregão não contará com divulgações importantes na agenda, mas balanços corporativos ficarão em evidência. Serão conhecidos os resultados da Visa, Moody's e Time Warner.

Segundo a Rico Corretora, até o momento 68% das 287 companhias que apresentaram o balanço foram divulgados acima das expectativas dos analistas.

Neste contexto, as principais bolsas mundiais sobem.

O DAX, em Frankfurt, avança 0,57%, em Paris, o índice CAC-40 sobe 0,48%, enquanto em Londres, o índice FTSE 100 expande 0,14%.

Em Wall Street, as compras de ativos também dominam os índices futuros, com o Nasdaq, termômetro de tecnologia, ganhando 0,19%, o Standard & Poor's 500 em alta de 0,07% e o índice Dow Jones, de 0,17%.

Na Ásia, as bolsas subiram. O índice Nikkei 225, de Tóquio, por exemplo, fechou com acréscimo de 1,10%, aos 9,015 pontos.

Diante do acréscimo das bolsas internacionais, o Ibovespa deverá acompanhar a tendência.

Na sessão passada, o índice acionário subiu 1,06%, aos 65.917 pontos.

No mercado de câmbio, o dólar comercial cai 0,05% ante o real nesta manhã, cotado a R$ 1,7210 na compra e R$ 1,7230 na venda.