Para o McDonald's, sempre haverá Paris

10/12/2013 19:19

Rede vai mal das pernas nos EUA, mas tem na França um porto seguro para negócios

Size_80_saulo-pereira-guimaraesSaulo Pereira Guimarães, de

Alastair Miller/Bloomberg News

Torre Eiffel em Paris, na França

Torre Eiffel, em Paris: McDonald's registrou bons resultados na França por quatro meses seguidos

São Paulo - "Nós sempre teremos Paris", frase que fecha o filme Casablanca, de 1942, se aplica bem à atual situação do McDonald's. Com as vendas em quedas nos Estados Unidos em novembro, a rede de restaurantes teve bom desempenho na França.

"A operação francesa tem mudado o resultado do negócio como um todo na Europa, apresentando resultados positivos por quatro meses seguidos", afirmou Andy Barish, analista de varejo - em entrevista ao canal de TV americano CNBC.

Novembro

Em novembro, o MCDonald's registrou quedas de 0,8% e 2,3% em suas vendas nos Estados Unidos e na subdivisão que engloba África, Ásia e Oriente Médio, respectivamente.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

 

A Europa foi a única área da rede com crescimento do indicador. No Velho Continente, as vendas foram 1,9% maiores em relação ao mesmo mês de 2012.

Para Barish, a rede deve continuar crescendo na região em 2014 - embora mercados como a Alemanha sigam representando um desafio em função dos hábitos de consumo da população.

EUA

De acordo com o jornal The Telegraph, o aumento no número de opções no cardápio pode estar entre as razões para a queda das vendas do McDonald's nos EUA.

"A entrada de novos itens como drinks com café, saladas e wraps tem atrasado o serviço na rede e prejudicado o negócio", afirma a publicação inglesa.

Em sua terra natal, o McDonald's tem apostado ainda em outras inovações - como lojas gourmet que permitem a escolha de ingredientes abertas em Illinois e na Califórnia.