Petra negocia venda de fatia de 30% em 7 blocos para BTG

26/09/2013 21:29

Negociação já foi encaminhada ao órgão antitruste (Cade) para análise preliminar, com valor do negócio ainda não divulgado

Yuriko Nakao/Bloomberg

Plataforma de petróleo

Plataforma de petróleo: blocos negociados são operados pela OGX Maranhão, que possui 70 por cento das áreas

Rio de Janeiro - A Petra Energia informou que negocia a venda de participação de 30 por cento em sete blocos da Bacia do Parnaíba para o BTG Pactual.

A negociação, afirmou uma porta-voz da Petra, já foi encaminhada ao órgão antitruste (Cade) para análise preliminar. O valor do negócio não foi divulgado.

Os blocos são operados pela OGX Maranhão, que possui 70 por cento das áreas.

"Foi realizado um requerimento junto ao Cade, seguindo procedimento regulatório que compõe parte de uma operação de venda", afirmou à Reuters a diretora corporativa da Petra Energia, Ana Bizzoto, em resposta por e-mail.

Ela acrescentou que, porém, ainda existem vários outros pontos a serem cumpridos até a conclusão efetiva da venda, tanto regulatórios quanto gerenciais e jurídicos.

Procurado, o BTG não comentou o assunto.

"Só será possível dizer que houve efetivamente a venda quando e se houver o 'closing', que depende de diversos procedimentos, a exemplo do Cade", disse.

Recentemente, a Petra declinou também de áreas na Bacia do Parnaíba que arrematou na 11a Rodada de Petróleo. A empresa possui ainda participação em áreas exploratórias em outras bacias, como a do São Francisco.

A Petra é parceira da OGX Maranhão nas áreas que poderá vender para o BTG.

A OGX Maranhão foi constituída em parceria com a petroleira OGX, de Eike Batista, para explorar e produzir o gás natural que abastece as usinas termelétricas controladas pela Eneva, ex-MPX, no Complexo Termelétrico do Parnaíba.

A empresa de energia Eneva afirmou em comunicado na terça-feira que é natural que tenha interesse em participar futuramente do controle acionário da OGX Maranhão, já que possui 33,3 por cento da empresa --a participação restante pertence à OGX.

Se o interesse se confirmar, portanto, a Eneva poderá se tornar sócia do BTG Pactual nos blocos.

 

Últimas Notícias

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60