Petrobras cria precedente perigoso ao não pagar dividendo

19/05/2015 21:23

Paulo Whitaker/Reuters

Logo da Petrobras visto em frente prédio da companhia em São Paulo

Logo da Petrobras em frente prédio da companhia: a Petrobras informou que não pagaria dividendos para preservar o caixa

Paula Arend Laier, da REUTERS

São Paulo - O não pagamento de dividendos pela Petrobras aos acionistas preferencialistas pode "depreciar definitivamente" a atratividade dessa classe de ações, criando um precedente perigoso no mercado de capitais brasileiro, avaliou nesta terça-feira o gestor Alexandre Póvoa, sócio na Canepa Asset Management.

Em abril, quando divulgou com meses de atraso seu balanço auditado do ano passado com prejuízo de 21,6 bilhões de reais, a Petrobras informou que não pagaria dividendos para preservar o caixa, apesar de ter cerca de 100 bilhões de reais em reservas de lucro.

Póvoa argumentou, em relatório a clientes, que a vantagem da ação preferencial reside, quando faltam recursos, na garantia de um valor mínimo "teoricamente garantido" - no caso, pela reserva de lucros.

"Em troca dessa vantagem, o preferencialista abre mão do seu direito a voto. Esse é o conceito básico ensinado aos investidores de geração em geração, há décadas, desde os tempos da saudosa Bolsa do Rio de Janeiro, na Praça XV", disse o gestor em relatório.

ADVERTISEMENT

Diante do não pagamento dos dividendos sobre o exercício de 2014, o gestor questiona qual a razão que levaria um "investidor racional" a optar pela compra de uma ação PN ao invés uma ordinária, com direito a voto.

Nesse contexto, Póvoa, autor de livros sobre precificação de ações, avalia que a tendência de abertura do diferencial de cotações entre os papéis ON sobre os preferenciais, observada nos último tempos, deve continuar.

Em 2015, as ações ordinárias da Petrobras acumulam ganho de quase 45 por cento, enquanto os papéis preferenciais sobem um pouco menos de 30 por cento.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

O sócio da Canepa também avalia que a decisão da empresa deverá dificultar muito as captações futuras a partir do uso de ações preferenciais.

"A empresa já declarou que não pretende fazer nenhuma capitalização em 2015. Porém, a partir de 2016, a nova realidade poderá obrigar a empresa a dispor da emissão de ações ordinárias para futuras emissões, o que limita muito o potencial de captação, dado que o governo tem dificuldades fiscais e não deseja ver sua a sua participação diluir", afirmou.

Ele também não descarta risco em outras companhias.

"Essa deterioração da percepção quanto à qualidade de uma ação preferencial não é um "almoço grátis" para as empresas", disse Póvoa, avaliando que as companhias que sempre primaram em usar esse papel em emissões secundárias poderão ter dificuldades em convencer os investidores a partir de agora.

 

Últimas Notícias

Embraer e Horizon Air fecham contrato de US$ 2,8 bi

12/04/2016 22:53
Divulgação/Embraer Jato E175, da Embraer: com esse contrato, a Embraer já vendeu 332 aviões E175 a companhias aéreas da América do Norte Da AFP A Embraer assinou um acordo com a americana Horizon Air para a venda de 30 aeronaves E175, por 2,8 bilhões de dólares a preço de...

Eletrobras contrata banco para vender ativos da Eletrosul

28/03/2016 22:57
Adriano Machado/Bloomberg Linhas de transmissão da Eletrobras: estatal quer levantar 2 bilhões com venda de ativos, que incluem usinas eólicas e linhas de transmissão da Eletrosul. Da REUTERS São Paulo/Rio de Janeiro - A estatal Eletrobras contratou o banco Credit Suisse para...

CSN é condenada a pagar multa de R$ 13 mi

13/02/2016 18:00
Douglas Engle/Bloomberg News CSN: siderúrgica leva multa por problemas em Usina Presidente Vargas Do Estadão Conteúdo Rio – A CSN foi condenada a pagar R$ 13 milhões por ter descumprido um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), segundo o Ministério Público do Rio de...

Fitch diz que resultado da Gol eleva risco de inadimplência

04/02/2016 20:22
Exame.com/Karin Salomão Gol: para a Fitch, o principal risco à nota da Gol é a deterioração da demanda, que deve sofrer pressão dado o ambiente econômico no Brasil Marcelo Osakabe, do Estadão Conteúdo São Paulo - Caso não ocorra novo aporte de capital por parte de seus...

Eletrobras vai avaliar ativos da Abengoa, diz presidente

26/01/2016 21:01
Divulgação Subestação Assis, da Abengoa Brasil: no Brasil, a Abengoa tem sua principal atuação na transmissão de energia, segmento em que a própria Eletrobras atua fortemente Leonardo Goy, da REUTERS Brasília - A estatal Eletrobras vai analisar a possibilidade de disputar ativos...

Rio Tinto pode tirar Vale do 1º lugar em produção de minério

24/01/2016 18:32
Yusuf Ahmad/Reuters Funcionário da Vale: Rio Tinto prevê que a produção de suas minas, incluindo as toneladas alocadas a parceiros, aumentará cerca de 7 por cento neste ano David Stringer, da Bloomberg A Rio Tinto está prestes a empatar com a Vale – ou até mesmo desbancá-la – no...

Terminal da Vale no Maranhão será o maior do mundo em 2018

06/01/2016 22:27
Minério de ferro no Terminal Marítimo da Ponta da Madeira, da Companhia Vale do Rio Doce Da REUTERS São Paulo - O porto de Ponta da Madeira (TMPM), operado pela mineradora Vale em São Luís (MA), que completa 30 anos de operação nesta quarta-feira, está em processo de expansão para...

Calotes deixam Petrobras com R$1 bi a receber, diz Aneel

07/12/2015 20:55
Ueslei Marcelino/Reuters Petrobras: documento lista os créditos de empresas do setor nas liquidações financeiras da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica Da REUTERS São Paulo - A suspensão de liquidações financeiras do mercado de energia elétrica e a inadimplência elevada...

CPFL vê onda de venda de ativos com estrangeiros na disputa

03/12/2015 21:21
Divulgação CPFL: a CPFL pode aproveitar para ampliar sua fatia no mercado brasileiro de distribuição, hoje em 13 por cento Luciano Costa, da REUTERS São Paulo - A CPFL Energia vê um cenário aquecido para vendas de ativos de geração e distribuição de energia no Brasil nos próximos...

BTG Pactual anuncia Persio Arida como CEO interino

25/11/2015 21:37
Flavio Santana/Biofoto/EXAME.com Pérsio Arida, do BTG Pactual: nomeação ocorreu após a Polícia Federal ter prendido nesta manhã o fundador e presidente-executivo do BTG Pactual, André Esteves Da REUTERS São Paulo - O BTG Pactual afirmou nesta quarta-feira que o Conselho de...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>