Prazo de construção de plataforma caiu, diz Petrobras

18/09/2014 19:33

Graça Foster ressaltou os ganhos de produtividade da indústria petroleira durante a feira e conferência Rio Oil & Gas

Fernanda Nunes, do

Dado Galdieri/Bloomberg

Funcionários da Petrobras em uma plataforma de petróleo em construção na bacia de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro

Funcionários da Petrobras em uma plataforma de petróleo em construção na bacia de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro

Rio - A presidente da Petrobras, Graça Foster, em palestra de encerramento da feira e conferência Rio Oil & Gas, ressaltou os ganhos de produtividade da indústria petroleira desde a realização da última edição do evento, em 2012. 

Na conferência anterior, Graça demonstrou preocupação com os prazos de entrega de plataformas pelos estaleiros nacionais.

Mas, neste ano, o discurso mudou. A executiva está ressaltando não só a qualidade dos seus fornecedores, mas também dos "recursos humanos" da Petrobras.

Segundo ela, de 2012 a 2014, a curva de aprendizagem dos estaleiros nacionais, medida que representa o intervalo de tempo entre a assinatura do contrato para a construção da plataforma e a produção do primeiro óleo, passou de 60 meses para 42 meses, aproximando-se da marca de referência internacional, de 39 meses.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

Graça ressaltou também a eficiência operacional de toda estatal, que subiu de 79% para 81%, de 2013 para 2014.

A presidente da Petrobras afirmou também que as parcerias com operadoras de petróleo são uma premissa para a empresa. Como exemplo de sucesso, citou o campo de Libra, no pré-sal, que divide com a Shell, Total, CNPC e CNOOC.

Segundo Graça, a expectativa é que a produção da Petrobras e de terceiros em 2030 será de 5,2 milhões de barris por dia.

Sozinha, a estatal produzirá, na mesma data, 4,2 milhões de barris por dia. Ela ressaltou, contudo, que essa estimativa é inferior à de consultorias externas.

Ao fim da palestra, Graça homenageou os seus funcionários, neste momento em que a empresa está sob investigação de corrupção. Toda sua palestra foi no sentido de demonstrar a importância dos seus recursos humanos para o aumento da produção.

 

Últimas Notícias

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60