Vale anuncia investimentos de US$ 14,8 bilhões em 2014

02/12/2013 21:12

A quantia que será investida no próximo ano é 9,2% menor que os 16,3 bilhões aprovados para 2013

Agência Vale

Empilhadeira de minério de ferro da Vale no Terminal Marítimo Ponta da Madeira, no Maranhão

Empilhadeira de minério de ferro da Vale: dentro do plano de execução, 58,2% será destinado a projetos de minério de ferro e sua rede de distribuição

Rio de Janeiro - A mineradora Vale, maior produtora mundial de minério de ferro, cortou pelo terceiro ano consecutivo seu plano de investimentos, que fixou em 14,8 bilhões de dólares para 2014, informou nesta segunda-feira em um comunicado.

A quantia que será investida no próximo ano é 9,2% menor que os 16,3 bilhões aprovados para 2013. É o terceiro corte anual consecutivo no plano de investimentos da mineradora desde 18 bilhões de dólares aprovados para 2011.

"Estamos fortemente comprometidos em injetar capital somente em ativos de classe mundial com grandes reservas, baixo custo, produtos de alta qualidade e oportunidades para expansão de baixo custo", destacou o presidente da empresa, Murilo Ferreira, citado em nota.

Do total dos investimentos, 9,3 bilhões serão destinados à execução de projetos, 4,5 bilhões a operações de manutenção e 900 milhões à investigação e desenvolvimento, informou a Vale.

CLIQUE AQUI E TESTE SUA PLATAFORMA DE NEGOCIAÇÃO GRÁTIS.

Dentro do plano de execução, 58,2% será destinado a projetos de minério de ferro e sua rede de distribuição, de onde vêm as maiores receitas da companhia.

As receitas da mineradora subiram 113,7% no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2012, devido a uma recuperação esperada nas vendas e a uma alta nos preços.

Entre julho e setembro, a Vale registrou lucros líquidos de 3,502 bilhões de dólares, 1,864 bilhão a mais que no terceiro trimestre de 2012 (US$ 1,638 bilhão).

A companhia vendeu 73,435 bilhões de toneladas de mineral de ferro no terceiro trimestre, 60,1% das receitas da empresa.

Na semana passada, a Vale aceitou a proposta de anistia fiscal das autoridades brasileiras, que a obrigará a desembolsar 22,325 bilhões de reais e normalizar a situação sobre impostos devidos por operações no exterior no período 2003-2012.

O pagamento será efetuado em várias etapas.

 

Últimas Notícias

Hypermarcas formaliza compra da York por R$95 milhões

17/09/2010 16:45
A companhia passará a deter pouco mais de 99 por cento do capital da York, fabricante e distribuidora de hastes flexíveis, curativos, absorventes e algodões Exame/Arquivo Hypermarcas pagou 95 milhões de reais pela York São Paulo - A Hypermarcas formalizou na...

JBS Friboi pode desistir de associação na Itália

17/09/2010 16:41
JBS revelou agravamento das relações com grupo italiano Cremonini e afirmou que não há mais condições de manter a sociedade   Arquivo Gado do JBS: joint venture com italianos será rompida São Paulo - O presidente do conselho de administração da Inalca JBS, Marco...

Sinopec e CNOOC podem fazer oferta de US$7 bilhões pela OGX

11/09/2010 14:38
Empresa de Eike Batista pode vender participações em blocos petrolíferos após descobertas de hidrocarbonetos Reuters  HONG KONG - A chinesas Sinopec Group e CNOOC estão fazendo ofertas por participações em ativos detidos pela OGX, empresa petrolífera iniciante do empresário...
<< 56 | 57 | 58 | 59 | 60